Qual dicionário comprar ou assinar?

Esta pergunta chegou pra mim por uma profissional que está buscando mentoria e pendente de prestar a prova de certificação da NAATI na Austrália.

Qual dicionário comprar ou assinar online vai depender um pouco da sua área de especialização. Em áreas mais específicas (jurídica, médica, aviação, etc.), talvez seja mais interessante adquirir um glossário específico. Há muitos glossários online, mas a recomendação é sempre verificar a procedência e a qualidade deles. Prefira glossários desenvolvidos por tradutores profissionais ou então por profissionais da área específica que sejam bilíngues e/ou confiantes com relação ao uso de tal termo nas duas línguas.

Quanto a dicionários gerais (monolíngues ou bilíngues), eu sinceramente uso uma mescla de dicionários online gratuitos, e também dicionário de sinônimos. Gosto de pesquisar o significado do termo na língua de origem e buscar as correlações na outra língua, então a consulta em vários dicionários me serve bem, até que eu possa chegar a uma tradução adequada. Nem sempre as acepções dos dicionários são o que o texto pede.

Assim, de nada adianta ter um ótimo dicionário se não usamos o termo de forma adequada ao contexto, ao local/país e/ou ao cliente/área. Portanto, validar o termo é importante. Nesse sentido, gosto de consultar sites confiáveis, principalmente quando traduzo (ou “verto”, na terminologia do Brasil) de português para inglês australiano, que é a direção da minha certificação da NAATI. Eu pesquiso nos sites australianos os termos encontrados e valido se eles são usados mesmo na Austrália pelas autoridades competentes. Exemplo disso seriam os casos de matérias cursadas nas faculdades, a terminologia usada pelos órgãos de certificação/validação de diploma ou o modo como os próprios profissionais do mercado usam certas palavras. Às vezes até encontramos, com facilidade, a equivalência de certo termo em dicionários, mas quando pesquisamos nas grades curriculares das universidades australianas, nos sites das associações ou no mercado australiano, o uso pode ser feito de outra forma. E nesse tipo de serviço, traduzir só não basta; é preciso localizar.

O Vocabulando da Isa Mara Lando é uma boa opção também para tradutores no par português-inglês. E recomendo também a criação do seu próprio glossário, por exemplo, glossário de termos de uma determinada área, ou de um cliente específico. Teve uma época em que eu traduzia textos de avicultura, então criei um glossário com os termos mais específicos da área, e isso evitava a pesquisa online quando eles apareciam. Nesse caso, sugiro, além de criar apenas uma coluna para língua de origem e outra para língua de chegada, uma terceira coluna para observações pertinentes. Por exemplo, certo cliente da área preferia a tradução “filhote” para “hatchling”, mas dependendo do contexto, pedia para usar “pintinho” ou “peruzinho”. Esse é o tipo de coisa que pode ir na coluna Observações. É possível também criar mais uma coluna para exemplos (frases/contexto onde o termo pode aparecer. No caso do exemplo de filhote x pintinho e peruzinho, exemplos de frases ou contextos para saber quando optar por essas variações podem ir nessa coluna). Se você usar uma CAT tool, há geralmente a possibilidade de subir o glossário na ferramenta, o que facilita ainda mais o trabalho.

Outras possibilidades para pesquisa e validação de termos é a utilização de corpus linguístico e também do Google Trends, que permite a comparação de termos, fornecendo estatísticas para certa localidade.

Exemplo: estatísticas para o uso de “football” e “soccer” na Austrália (Google Trends)

Espero que as dicas acima tenham ajudado. É sempre bom experimentar ou tentar incorporar novas formas de trabalho e ver quais funcionam para você. Cada tradutora vai trabalhar de um jeito. O importante é buscar eficiência e fazer um trabalho de qualidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s