Arquivo da categoria: Traduções NAATI

Tradução NAATI de carteira de motorista em NSW

Se você migrou para a Austrália para o estado de NSW e precisa tirar a carteira de motorista local, o RMS (Roads and Maritime Services) pede que a tradução seja feita por um órgão específico, o Multicultural NSW (anteriormente chamado de CRC – Community Relations Commission). Nesse caso de precisar tirar a carteira de motorista local, não aconselho fazer a tradução da sua CNH com um tradutor da NAATI (eu, por exemplo), pois o RMS não aceita (já tive clientes que insistiram que fariam comigo e depois tiveram que pagar novamente a tradução com o Multicultural NSW).

Recomendo ler com atenção esta página do RMS sobre o assunto, principalmente as seções “International drivers and riders” e “Documents not written in English”.

Copio abaixo alguns trechos do site (consultado no dia 19 de outubro de 2016), mas ressalto que você deve SEMPRE checar se há atualizações no site ou até mesmo entrar em contato com o RMS ou RTA antes de traduzir sua CNH do Brasil.

If you’re moving to NSW from another part of Australia, or you have migrated from another country, you’ll need to get a NSW driver or rider licence. You can use your existing licence for up to three months, but after that you must have a NSW licence.

If your overseas licence or confirmation letter is not written in English, you must provide an official translation.

Translations are only acceptable if they are from:

  • Multicultural NSW (previously Community Relations Commission of NSW) Visit the MNSW website for more information
  • (Há outras formas para carteiras escritas em outras línguas)

Translations obtained through any other means are not acceptable.

No caso de visitantes temporários em NSW, é possível usar sua carteira de habilitação do Brasil (considerando que ela esteja dentro da validade). No entanto, você deve andar sempre com a tradução junto. Já se você passará mais de três meses em NSW, mas não é residente permanente ou cidadão, pode tirar uma carteira temporária.

Veja mais informações sobre uso de carteira de motorista estrangeira aqui (“Driving in NSW on an overseas licence”). Lembre-se sempre de consultar o site para checar se há alterações.

Obs: Sou apenas tradutora e não trabalho para o RMS, não sendo especialista nas leis e regras de trânsito de NSW. As informações acima foram retiradas do próprio site do RMS, em consulta feita em 19 de outubro de 2016. Não me responsabilizo por alterações nas informações ou regras do RMS; contudo, tentarei manter sempre este post atualizado com as informações mais recentes.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Traduções NAATI

O que é (ou não é) um tradutor NAATI?

O tradutor credenciado pela NAATI é qualificado para traduzir oficialmente na Austrália. Parece óbvio, mas isso não fica claro para muitas pessoas. Recebo e-mails de clientes pedindo para eu autenticar cópias (como JPJustice of the Peace) e até mesmo perguntando se redijo procurações.

Este post, então, esclarece que, como tradutora NAATI, sou apenas tradutora (e revisora, mas não JP nem tabeliã). Procurações devem ser feitas em cartório ou, no caso de o cidadão brasileiro residir na Austrália (ou outro país), a procuração deve ser feita via processo consular.

Estes sites trazem informações sobre como fazer uma procuração estando na Austrália: Consulado Geral do Brasil em Sydney e Site Brazil in Australia sobre procuração pública e particular.

O que faço, como tradutora NAATI, é traduzir a procuração ou o documento autenticado, então, primeiro, você deve ter os documentos prontos e depois me enviar para que eu prepare a tradução oficial.

🙂

Deixe um comentário

09/02/2015 · 09:00

Traduções NAATI – processo e prova

Vira e mexe recebo e-mails de brasileiros que moram na Austrália que querem se tornar tradutores credenciados pela NAATI e me perguntam quais são os requisitos, como é o processo e se a prova é difícil.

Pois este post destina-se a falar sobre essas questões.

– Quais são os requisitos e como é o processo para se tornar um tradutor da NAATI:

É possível encontrar todas as informações sobre a prova de credenciamento no site da NAATI aqui ou no folheto explicativo aqui, que inclusive inclui os requisitos necessários. Você também pode obter mais informações ligando ou visitando o escritório da NAATI. Antes de eu prestar a prova, fui ao escritório de Sydney para me certificar de que tinha mesmo todos os requisitos antes de me candidatar.

– Se a prova é difícil:

Para mim, é complicado dizer se a prova é difícil. Eu já era tradutora há 4 anos quando prestei a prova de credenciamento, por isso eu já tinha experiência com tradução de textos e já entendia sobre a ética do tradutor, então não tive problemas. No entanto, quando prestei a prova para credenciamento de português para inglês (prestei as duas direções separadamente), encontrei uma candidata no local da prova que disse que estava prestando pela terceira vez; ela tinha sido reprovada nas outras duas vezes. Se você quer realmente fazer a prova ou se está pensando em prestar, sugiro que compre o kit de prática para entender como é o formato da prova, ter acesso a exemplos de textos a serem traduzidos e perguntas da prova oficial e veja como se sai.

Nota: lembre-se que tradução é uma profissão, então, é claro que a prova desconta erros de ortografia, pontuação, por má interpretação de texto, tradução inadequada, terminologia inadequada, etc. (já recebi perguntas sobre isso também!)

Boa sorte! 🙂

2 Comentários

Arquivado em Traduções NAATI